Certificações Internacionais: Exames de Cambridge

Com a proximidade dos exames de Cambridge surgem também as duvidas sobre qual o melhor exame, para que servem, a quem se destinam, qual o nível necessário, etc. Já que pelo menos duas vezes por ano estas dúvidas aparecem (os exames são normalmente oferecidos nos meses de junho e dezembro ), resolvemos preparar um post sobre o assunto.

Os exames de proficiência em inglês são feitos por pessoas nativas de países onde o idioma não é oficial. Usados como forma de comprovação de domínio do idioma, costumam ser exigidos para acesso a universidades — de países anglófonos ou não –, e também por empresas e alguns consulados.

Apesar das escolas de idiomas oferecerem cursos preparativos para estes exames, nenhum exame exige a conclusão de um curso prévio e os conhecimentos dos estudantes na língua são avaliados apenas de acordo com o resultado das provas.

O formato da maioria das provas contempla questões de compreensão de texto, compreensão auditiva,exame oral e exame escrito.Alguns exames reprovam e outros não. Entretanto quase classificam os candidatos por níveis(1-4),(A-E),o que significa no caso de quem contrata que não basta apenas a pessoa ter um certificado ou apresentar apenas a cópia da parte da frente (rs), é sempre bom conferir o verso e ver em que faixa o candidato se encontra.

Mas,voltando aos exames,a pontuação ou os níveis baseiam-se no “Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas (CEFR)” que é um padrão internacional utilizado para descrever habilidades linguísticas. Ele é usado no mundo todo para descrever as habilidades de um indivíduo em um idioma. O CEFR tem seis níveis, de A1 para o iniciante até C2 para o nível de habilidade mais elevado, como exemplificado abaixo:

C.E.F

Os exames de Cambridge correspondem aos seguintes níveis do CEFR:

cambridge
Mas como isso se aplica no caso específico dos professores de inglês? Bom, essa é outra dúvida frequente, principalmente das escolas na hora de contratar seus professores e pais querendo checar a proficiência dos professores de seus filhos. Minha opinião é que nada substitui uma boa entrevista e que outras coisas precisam ser levadas em consideração e avaliadas além do nível de proficiência.

Vivo repetindo frases do tipo: “saber inglês não significa saber ensinar inglês” ou” se ser falante nativo qualificasse alguém para dar aulas, então qualquer um no Brasil poderia ser professor de português.Afinal somos todos falantes nativos de Língua Portuguesa, ou não?”.Não estou dizendo que os exames não valem de nada ou que não fazem diferença na hora de contratar os professores.Muito pelo contrário ! Considero os exames uma ótima fonte de nivelamento. Entretanto, falar inglês com fluência e ter um nível de proficiência elevado no idioma, são p´re-requisitos para a profissão.

Ninguém aceitaria um médico com domínio intermediário da profissão ,um engenheiro com noções básicas de engenharia, ou mesmo um advogado “capaz de se expressar de forma simples e compreender os pontos principais de uma conversa”. Por qual motivo deve-se aceitar então que qualquer um possa dar aulas de inglês ou que basta ter morado fora ou ter nível intermediário para se tornar professor? Diz o ditado que em terra de cego,quem tem um olho é rei. Como professores temos uma oportunidade única, diferente da maioria das profissões, que é a de nos prepararmos e planejarmos as nossas aulas com antecedência.Podemos não saber tudo ( e que bom que não sabemos),podemos ter dúvidas quanto a correta forma verbal, ao spelling, as questões de gramática e usa da língua…só não podemos de forma alguma ensinar errado aos nossos alunos.Posso até falar errado ou cometer deslizes quando converso com os meus amigos,mas de forma alguma posso falar errado com os meus alunos.Se não sei, pesquiso,consulto o dicionário, o pai Google de Aruanda, anoto, escrevo a pronúncia correta, faça o que tiver que fazer, mas jamais desrespeite seus alunos.

*imagem 2 fonte Cultura Inglesa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: