Como investir em uma educação de qualidade ?

Estima-se que 1 em cada 4 habitantes do planeta fale inglês com algum nível de competência. Em 2016 o maior país falante de língua inglesa será a China e, de acordo com um relatório publicado pelo British Council, na próxima década aproximadamente 2 bilhões de pessoas estarão estudando inglês e, metade da população mundial – cerca de 3 bilhões de pessoas – falarão inglês. Ninguém duvida que ,junto com a tecnologia, a língua é o motor principal da globalização.

Linguisticamente falando estamos vivendo em um mundo totalmente novo, onde os falantes “não-nativos” de inglês superam os falantes “nativos” na proporção de 3:1. O número de escolas autodenominadas bilíngues aumenta a cada ano, seja com a abertura de novas escolas ou com introdução de programas bilíngues. Constantemente amigos me consultam ou sou indicada por alguém para responder questões sobre o funcionamento das escolas bilíngues, os programas e escolas existentes, etc. Pessoalmente sou mais do que favorável ao investimento na leitura e na escrita em mais de uma língua e defendo inclusive uma educação pública bilíngue. Entretanto, mais do que qualquer coisa defendo um educação de qualidade, seja ela bilíngue ou não.

Estive durante toda a semana participando do Braz-Tesol no Rio de Janeiro, que a cada dois anos organiza uma convenção nacional para os professores de inglês. Nestas convenções ocorrem debates, mesas-redondas, palestras, workshops, etc com os mais renomados profissionais . Professores, autores,palestrantes e “TeacherTrainers” internacionais desfilam pelo evento dando aos participantes o que há de mais atual em termos de metodologias, abordagens e técnicas de ensino. Senti falta da presença dos professores das escolas bilíngues de Niterói e do Rio. Poucos estiveram presentes. Muitas conversas, debates e, vem da página da Selma Moura,coordenadora doThe Bilingualism SIG,um checklist que pode ajudar muito aos pais e todos aqueles que estão procurando ou em dúvida sobre uma escola bilíngue para seus filhos:

• a) Os professores têm formação em Pedagogia?
• b) Os professores têm experiência em educação?
• c) Os professores têm proficiência nas línguas?
• d) Há professores com pós-graduação?
• e) A coordenação pedagógica tem formação em educação em geral e em educação bilíngue em particular?
• f) Os professores participam de eventos e cursos na área? A escola apoia esta participação? (Boas escolas incentivam seus professores a participarem de cursos e eventos, inclusive liberando-os em horário de trabalho e financiando parte do custo)
• g) Há reuniões pedagógicas frequentes com toda equipe? (As reuniões devem ser semanais ou, pelo menos, quinzenais)
• h) Há orientação individual aos professores por parte da coordenação pedagógica?

Seja qual for a escola, é importante lembrar que não é possível haver qualidade de ensino sem um projeto pedagógico sério por parte da escola. E que, qualquer projeto pedagógico sério envolve necessariamente toda a equipe e um investimento constante em formação. Escolas ou programas bilíngues sérios e de excelência investem e se preocupam com a contratação de seus professores. Não basta “falar bem inglês” para dar aulas em inglês. Desconfie dos cursos que oferecem projetos bilíngues ou das escolas bilíngues, que não investem na contratação de professores inexperientes, apresentam alta rotatividade de professores e cujos professores equipe pedagógica não podem comprovar proficiência nas línguas.

A questão da educação bilíngue ainda é muito nova por aqui, e ninguém é capaz de ensinar aquilo que não sabe e exercer uma função para a qual não foi preparado. A educação bilíngue quando feita com competência e sensibilidade, pode ser uma experiência maravilhosa para as crianças, com frutos muito positivos para o desenvolvimento cognitivo, linguístico e cultural dos alunos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: